03 setembro, 2011

FUTURO – PRESENTE - PASSADO

Te vi hoje como te vejo sempre.
Te quis hoje como te quero sempre.
Te amo hoje como te amei sempre.
Te lembro agora como te quero esquecer sempre.

Tua beleza ainda brilha no espelho da minha retina.
Tua distância é a mesma de sempre.

Te quero sempre como hoje.
Te amei sempre como amanhã.

Vejo teu rosto ontem
velejando vendavais empoeirados.

Saboreio o tempo que te lembro,
revivo sonhos que não vivemos e
ressuscito meu orgulho nas trevas da tua sombra.

Mergulho sonos profundos.
Afogo-me em fantasias profanas e
vivo os sons que me acalentam.

Nego os verbos do tempo e
fico na estação do estar
cantando canções que teu sorriso compõe.

Te amo amanhã
como te lembro hoje.
Te quero sempre
como te amo hoje.

Sufoco todas as verdades nas mentiras que criei,
vejo teus passos te projetando no sentido oposto,
e bebo minhas lágrimas na sombra que ficou.

Descubro teu verdadeiro nome
quando o dia seguinte é ontem.

Teu nome
é a nau da minha idade
é meu aval para a eternidade
é meu grito de liberdade
Teu nome é "SAUDADE"

Um comentário:

  1. linda poesia, suas molduras sao maravilhosas,meus parabens!!!

    ResponderExcluir