17 agosto, 2010

Mude! Ninguém tem nada com isso...

Acho muito engraçado a quantidade de palpites que a gente é obrigada a ouvir quando diz que vai mudar alguma coisa na vida.

Seja o cabelo, estilo de vida, de time, de sexo, de país, de nariz, de namorado, enfim... Isso que vou dizer é muito, muito importante.
Veja, as pessoas têm a mania descontrolada e histérica de se meter na vida dos outros (principalmente para fugirem dos seus problemas).
O pior de tudo é quando elas começam a projetar todas as suas frustrações e maluquices na gente.
O ideal é ficarmos de boca fechada quando queremos mudar algo pra não ter que aguentar o "descontrol" alheio, mas não conseguimos porque toda vez que queremos trocar alguma coisa dá um medo danado e precisamos do aval dos mais próximos.

É ou não é?
O problema é que, assim, abrimos a chamava de "Porta do Inferno".
Ou seja: além de ficarmos mais confusos com tanta opinião, ainda corremos o risco de sermos jogados energeticamente para baixo e não mudar po%%@ nenhuma.




O que fazer, então?


1- Venha para o time dos impulsivos e pense menos e se jogue mais.
2- Se não der, então, consulte pessoas 100% construtivas e você já sabe quem são.
3- Afaste-se das destrutivas, que você também já sabe quem são, principalmente se o que te levar a elas for a sua necessidade de sabotar o novo projeto.



Mudar é legal, faz bem, dá vida e alimenta a autoestima.
Como diz sei lá quem: "Quem muda, permacece"


____________________________________________


Minha Alto Estima !
Palha = baixa . Madeira = média . Tijolo = ótima


_____________________________________________

Hoje: casinha de tijolo
O que fiz de bom por mim: sem medo de mudar
O "lobo mau" interno que me detonou: nenhum


_____________________________________________

Um comentário: